ITALIA GREGA 1o StudioClioTur by Trip & Travel

A região italiana entre Napolie a Sicília é paisagem belíssima,com patrimônio cultural de primeira grandeza. São cidades, parques arqueológicos e museus impregnados da presença grega, que se iniciou no século VIII a.C. e se estendeu por mais de mil anos. Com o prof. Francisco Marshall, arqueólogo clássico especialista em cultura grega, conheceremos o que significam estes vestígios e cenários do mundo clássico, alma do Mediterrâneo. No clima ameno da primavera mediterrânica, com excelente logística, desfrutaremos de um dos melhores roteiros de turismo cultural.

Ao longo do trajeto, estudaremos in situa arte e a arqueologia, a literatura, a filosofia, os mitos e o teatro desta pródiga parte do mundo grego, tendo como destino a visita a Pompéia. Um turismo repleto de cultura, na sua forma e local próprios, e celebrações em belas paisagens.

 card-italia-grega-02Acompanhamento de Francisco Marshall – Historiador, arqueólogo clássico, professor titular da UFRGS, especialista em história da Grécia com doutorado na USP e pós-doutorado em Princeton e Heidelberg, fundador do StudioClio*, onde realiza o ciclo de expedições culturais que apresenta e comenta o que há de mais belo e importante na cultura grega junto a seus cenários e acervos.

*O StudioClio Instituto de Arte & Humanismofoi fundado em 2005, para oferecer ao público uma agenda original de atividades culturais e realiza o StudioClioTur, em que se valoriza a formação pré e pós viagem, com ampla gama de atividades de formação para os expedicionários. Em 2017, o StudioClio inicia aliança com a Trip & Travel, visando a excelência em programações de turismo cultural. 

Anúncios

Marrakech

A Medina de Marrakech eh circundada por 9 km de muralhas com 22 portas como o gate almoad Bab Er-Robb. Marrakech foi também sede da dinastia Saadians cujas tumbas estão gno mausoléu Saadi. Quando Alouitas assumem o poder em 1666 destroem os palácios , como o Badii e as obras arquitetônicas da dinastia Saadiana anterior – mas não poderiam destruir construções religiosas , por isso isolaram o mausoléu dos Saadianas com murralhas, só redescobertas em 1917 pelos franceses . As tumbas representam a época dourada da arte medieval marroquina. Já o palácio Badii teve sua decoração e obras removidas e enviadas aos palácios da nova dinastia em MeknesC973DCAB-1410-473F-AF66-8B5A9C35664FB65F184A-9459-47CE-9B09-A16C337CE94AF3B1F254-398D-415A-8A68-5A728ED7082A0BA3E185-3B75-4CA2-99FC-B978257D8CCC156AEB4A-3E31-4984-9473-BF06EA54505922E6416D-3E69-413A-ACD6-85150B41BEC4

Essaouira

Essaouira, foi um porto Fenício na antiguidade, português na época das grandes navegações e uma fortaleza com a reconquista pelos Alouitas no sec XVII.  E desde então o mais importante porto Atlântico do Marrocos até os franceses transformarem Casablanca no maior centro marítimo do protetorado a partir de 1912. Terminamos o dia com HappyCDE501C1-9338-432A-8A5A-4D3571E45CEAD8DBBA40-BE73-4813-BE9B-12690A03E036922C301F-E126-4348-B85F-DAB112B2FDDB30C74789-5FB6-47CA-A8E1-CD80D23E96A1016C8DE2-F8E7-4BE1-AF92-69D1994F497ED6129778-80D6-4B26-817A-4703AB496DCD9F476202-8006-42C2-AF8F-65D0CD6EE593071AFEC8-D994-41FA-ADE7-B1B3C80D709D5C63784C-9DF4-4969-97B2-3F44DD9A6FD8624F0503-F74E-422F-9B78-091E252FFB60DD3700A6-3C0E-4B6F-8413-20D95A8530999F324585-8340-4056-9DCE-197F30E146BC Hour ao entardecer no Taros roof top em Essaouira – capital dos festivais musicais do Marrocos e Meca dos Hippies nos anos 60. Um lugar bem astral com agradável Medina para garimpar seus antiquários . Bem feliz com meus achados de arte Tuareg e Berbere.
#gtmarrocos2018