A relação de Nobel com BAKU

Em BAKU visitamos a casa dos irmãos NOBEL que foram os precursores da industria petrolífera no Cáspio. Que me legou a pesquisar mais sobre a historia de Alfred Nobel no Caucaso, sua relação com as ciências e com o prêmio que leva o seu nome:
Alfred Nobel foi um químico, inventor e filantropo sueco, filho de um casal de engenheiros descendentes de Olof Rudbeck, um dos mais conhecidos gênios da tecnologia na Suécia, no século XVII. Com apenas nove anos, ele e seus irmãos, Ludvig e Robert, mudaram com os pais para a Rússia. Foi lá, inclusive, que o trio recebeu a educação exemplar no campo das ciências humanas e naturais e transformou o Canato de Baku, situado às margens do Mar Cáspio, em uma verdadeira Meca do petróleo.
Eles foram revolucionários ao construir as primeiras refinarias privadas, além de assentar o primeiro oleoduto e distribuir o petróleo russo através de navios petroleiros construídos por eles mesmos.. Em Paris, conheceu o o jovem químico italiano Ascanio Sobrero, inventor da nitroglicerina, produto que chamou a atenção de Alfred por seu potencial na engenharia civil. Ao regressar à Suécia, em 1863, Nobel tentava desenvolver a nitroglicerina como explosivo. Após várias tentativas frustradas, ele pensou em tornar a nitroglicerina em algo mais manipulável, juntando a ela alguns compostos que deram origem a uma pasta moldável, que seria reconhecida como dinamite, em 1866.

Devido ao seu trabalho na área de explosivos, com a descoberta da dinamite e sua comercialização em grande escala no final do século XIX, Alfred Nobel logo tornou-se milionário. Ele fundou companhias e laboratórios em aproxidamente 20 países, além de deter mais de 350 patentes. O surgimento do famoso Prêmio Nobel veio a partir da morte de seu irmão, Ludvig. Alfred já vinha mostrando descontentamento com o uso militar indevido dos explosivos que havia criado e ficou ainda mais desgostoso ao ler a edição de um jornal francês, que havia noticiado por engano a morte de Ludvig como sendo sua e o chamara de “mercador da morte”. Com isso, Alfred pensou em uma forma de ser lembrado da maneira como pensava ser justa: em seu testamento, determinou que sua fortuna (cerca de 32 milhões de coroas suecas) fosse usada para a criação de uma instituição que deveria financiar, anualmente, cinco grandes prêmios internacionais, sendo quatro para quem se destacasse em seus trabalhos e descobertas nas áreas de Física, Química, Medicina e Literatura. O quinto deveria ser destinado às pessoas que mostrassem empenho em prol da paz e da amizade entre as nações.

A cerimônia de entrega do Prêmio Nobel é realizada em Oslo, Noruega, e em Estocolmo, na Suécia, todo dia 10 de dezembro, data do aniversário de morte de Nobel. Em 1969, foi acrescentado também o prêmio para as Ciências Econômicas, em homenagem ao próprio Alfred Nobel.

Deixe uma resposta

Preencha os seus dados abaixo ou clique em um ícone para log in:

Logotipo do WordPress.com

Você está comentando utilizando sua conta WordPress.com. Sair / Alterar )

Imagem do Twitter

Você está comentando utilizando sua conta Twitter. Sair / Alterar )

Foto do Facebook

Você está comentando utilizando sua conta Facebook. Sair / Alterar )

Foto do Google+

Você está comentando utilizando sua conta Google+. Sair / Alterar )

Conectando a %s