Beto na VIRTUOSO Travel Week

Me senti super prestigiado em ser recebido por Matthew Upchurch, presidente do VIRTUOSO, na abertura da Virtuoso Travel Week –
o maior evento do mundo de viagens e experiências de alto padrão. Realizado anualmente em Las Vegas o evento proporciona o encontro das principais agências de viagens com os executivos dos melhores hotéis e fornecedores do planeta. Bem legal para ter os contatos certos para que nossos viajantes tenham condições e atendimento diferenciadothumb_IMG_1050_1024

O Genocídio Armenio

Em setembro o Grand Tour visita a Armenia – e em ritmo de saber mais sobre a historia de seu povo acabo de ler o livro “The Hundred Year Walk” da escritora americana Dawn Anahid Mackeen sobre a vida do seu avo, Stepan Miskjian, um sobrevivente do Genocídio Armênio. Esta “Armenian Odyssey” retraça a historia do jovem comerciante de Adabazar – uma cidade próxima a Istambul de maioria Armenia em que apenas 10% dessa população sobreviveu a deportação forcada, prisão e extermínio em massa perpetrado pelo Imperio Otomano nos primeiros anos da 1a Grande Guerra. A autora refaz um século depois o trajeto dos deportados de suas cidades ate o deserto da Mesopotamia, morrendo de fome ao longo do caminho, relatando as terríveis condições de vida nos assentamentos e finalmente o horror dos extermínios em massa. O relato em primeira pessoa do avo, registrado em seu diário, nos sensibiliza com a historia de um individuo, e sua família, e que ao multiplicarmos pelo mais de um milhão de vitimas mostra o quadro horrendo que foi a tentativa do Imperio Otomano exterminar um povo. Povo este que já estava na Anatólia um milênio antes da chegada dos turcos. A Armênia foi o primeiro reino a adotar, no sec IV, o cristianismo como religião oficial e conviveram com os bizantinos e os persas ate a chegada dos turcos e tomada de Constantinopla. No final do sec XIX com sua população dividida entre o império Otomano e o Russo, inicia movimentos por maior autonomia. A primeira represália aos armênios ocorre no final do sec XIX quando outras partes cristãs do império, como a península Balcânica, conseguia sua independência iniciando a fragmentação do Império. O enfrentamento dos Turcos com os Russos na 1a Grande Guerra vai ser a desculpa para a operação de deslocamento forcado de toda a população armênia para a região desértica da atual Síria, alegando que os Armênios poderiam apoiar o inimigo. O livro narra essa saga dando vida a personagens reais que sucumbiram e sobriveram a este genocideo que exterminou mais de um milhão de armênios a partir de 24 de abril 1915 ate a saída da Russia do conflito com a revolução Bolchevique de 1917. Ao refazer os trágicos passos do avo, um século depois, a autora se reconcilia com a historia ao encontrar os descendentes dos beduínos árabes, as margens do Eufrates, que acolheram o armênio apos ele conseguir fugir do campo de extermínio caminhando 6 dias pelo deserto. Esses mesmos Sírios que enfrentam hoje a fúria do Estado Islâmico e a trágica historia da “desumanidade” continua.P1449881303438

Partida de Mme Roche

O casal Roche representou para Porto Alegre a essência da civilização francesa, transmitindo a varias gerações o amor pelo idioma e sua cultura.
Tivemos o privilegio de, por duas décadas, percorrer juntos o interior da Franca desvendando toda a sua diversidade regional sempre com
acompanhamento do cultural do casal nos transmitindo a historia e geo-politica ao longo dos tempos, bem como nos deixando familiarizados com os importantes personagens franceses da área das artes plásticas, literatura, ciência e política. Mme Roche continuou o legado de seu esposo junto ao Instituto Roche de Idioma na excelência do ensino. Com o falecimento hoje de Graziella Roche nos sentimos todos Mme Roche II

orfaos culturais do casal que tanto nos ensinou.

 

Coreia do Sul

ZH-Recortes-de-Viagem-10-05-2016Beto Conte apresenta a Coreia do Sul – o 128º país que acaba de colocar em seu mapa mundi, que percorreu acompanhando o Grand Tour STB. Um país intrigante que se desenvolveu ao longo dos últimos 60 anos de uma nação arrasada pela guerra a um dos tigres asiáticos e 11a economia do planeta. Venha saber mais sobre esse país que optou como matriz de desenvolvimento o foco na educação e inovação.

Informação:

O quê: Belezas do Mundo “Coreia do Sul”, por Beto Conte
Quando: 16 de maio de 2016 às 19h30
Onde: Bazkaria (Comendador Caminha, 324)

Evento gratuito, porém com lugares limitados!
Confirme sua presença pelos contatos: 3061-6262 / 9155-2926
 ou rp@bazkaria.com.br

A Lagoa do Peixe

situada no istmo formado pela Lagoa dos Patos e o Oceano Atlântico, no município de Tavares.

Tecnicamente uma laguna, – pois tem um canal de comunicação com o mar durante a maior parte do ano – o espelho d’água de 35 km de extensão é ponto de encontro e verdadeiro “restaurante” para grandes concentrações de aves migratórias do hemisfério Norte (no verão) e Sul (no inverno), dentre elas as capororocas (Coscoroba coscoroba), os flamingos (Phoenicopterus ruber), os biguás, os maçaricos-de-peito-vermelho, as gaivotas, os talha-mares, os pirus-pirus, os trinta-réis, os maçaricos e o cisne-de-pescoço-preto (Cygnus melanocoryphus). Dentre os mamíferos podem ser avistados graxains, tatus e pequenos roedores.

Não só as aves se alimentam dos frutos da lagoa, também os pescadores da região praticam a pesca do camarão-rosa (Farfantepenaeus paulensis), na época da safra, com licenças de pesca concedidas pelo IBAMA.